Tenho algo a dizer: não lembro o que eu queria falar quando marquei para falar de fansubs. Por causa disso vou comentar sobre dois detalhes que me me vieram a mente agora: como vejo elas, como se organizam e como está sendo a minha relação com elas.

Ah, caso se eu escrever “a fansub” ou “o fansub”, por favor ignorem. Já conversei com o pessoal sobre qual é o gênero mas como tenho uma mania de colocar tudo no feminino usarei esse gênero ainda que o masculino seja mais usado para essa palavra.

Para começar então, por que fansubs? No passado até que eram mais evidentes as razões delas existirem, quando elas eram talvez a única forma de se assistir um anime não-famoso traduzido. Porém hoje em dia existem várias formas de se assistir animes, desde sites de streaming especializados até os mais comuns, como o YouTube.

Não é por que esses meios chegaram que as fansubs resolveram parar, ainda mais por que o pessoal percebeu que ainda que o acesso aos animes foi facilitado o esforço que eles tinham na tradução não é o mesmo que boa parte das empresas colocam. Motivos para dizer isso são vários, desde os menos importantes como “o estilo da fonte deles é feio” até os mais importantes como “deixam de traduzir alguns textos mostrados”.

Uma forma que vejo ser simples de entender isso é comparar a tradução de um anime com um filme da Disney: na tradução do filme as placas, nomes e praticamente tudo o que está escrito é traduzido, chegando a impressão que não é mais uma tradução porém que o filme foi feito naquela língua. Por outro lado um anime não tem a mesma qualidade: vários textos não são traduzidos, e quando são traduzidos há uma perca considerável na qualidade deixando claro que é uma tradução feita por cima do que já estava feito.

Claro que como são poucas as pessoas que se importam com esses detalhes - já não bastasse o fato que que são poucas pessoas que gostam de animes - a procura por fansubs que tenham esse nível de qualidade parece estar caindo, assim como a motivação para que mantenham essa qualidade. Do outro lado surgem *fansubs * que preferem manter um nível baixo de qualidade, e assim conseguir maior quantidade.

Agora conseguir qualidade não é um processo simples: alguém tem que organizar o pessoal, conseguir os vídeos em japonês, se ninguém do grupo sabe japonês eles ainda tem que conseguir as legendas em uma língua que alguém possa traduzir (geralmente inglês ou espanhol, o que é meio ruim por que no final vira uma tradução de tradução); depois traduzir os textos, colocar karaoke (que muitos acham desnecessário, por outro lado parece que os que não colocam isso são exatamente aqueles que não querem ter muito esforço), revisar tradução, gerar os arquivos de vídeo e distribuir eles.

Só que, como disse antes, ter qualidade significa sacrificar quantidade, isso é, com mais etapas para serem realizadas maior é o tempo necessário para elas. Como, ao contrário de empresas, o trabalho de fã não é pago (e se há qualquer pagamento, ainda que indireto, já não é mais de fã) eles tem que se virar entre emprego, estudos e o hobbie deles. Resultado: acompanhar algum anime pela tradução de uma fansub não é sempre a garantia de ter uma tradução natural, fácil de entender e com uma qualidade tão boa quanto o anime, porém tenha certeza que vai demorar.

Acontece que, para mim, isso cria um dilema: assistir dezenas de animes e ficar esperando eles com o risco de esquecer onde parei e ter que começar do início (já que já tenho difículdades para ficar lembrando, não é atoa que eu escrevo essas postagens), ou assistir só alguns e diminuir o meu ritmo?

No final das contas fico com a impressão que o melhor mesmo é aprender japonês e me livrar de empresas e fansubs, se eu quiser assistir algo não tem ninguém me impedindo, isso é, o único problema é onde encontrar o vídeo, nada mais. Isso tem dois problemas: não é por que é o melhor caminho que seja o mais fácil e, a menos que você more no Japão, você não estará acompanhando o anime na língua que você usa no dia-a-dia, ou seja, nunca será uma experiência natural. Mesmo assim acho ser a melhor escolha, seria melhor se fosse possível eu ir para o Japão, mas sabem como é isso, muito complicado.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList