IFG

Continuando a minha série de postagens onde eu pego um assunto aleatório para falar, hoje vou falar do instituto onde fiz o ensino superior, Instituto Federal de Goiás.

Para começar, estudar lá nunca foi algo assim planejado: no ensino médio eu queria ir para UFG, mas como não passei no vestibular de lá acabei fazendo o da IFG. Por esse motivo acho que esse foi o vestibular que eu fiz mais relaxado, mais despreocupado, porém ele também o mais concorrido.

Surpreendente foi que eu passei. Ainda bem. Bem, fui estudar em um câmpus bem longe de onde moro, em Aparecida de Goiânia, mas se eu fosse para a UFG ou até mesmo para a IFG de Goiânia não iria mudar muito. Aliás, essa questão do transporte não iria mudar, pois as distâncias não são tão diferentes, mas o ensino é outro.

Passei para a primeira turma de engenharia civil. Exatamente, a turma dos sem-senpai, aquela que só tem kouhai, a turma que sofre pela falta de estrutura de um curso que estava começando, mais que isso, de um câmpus que está, ainda hoje, em construção.

Mas foram bons momentos. Deu para aprender, claro. E isso que é o importante. Acho que é só isso que eu pretendia escrever sobre esse tema, até a próxima.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList