Não faz muito tempo que jQuery era uma das bibliotecas para JavaScript mais faladas e comentadas. Embora ele ainda seja muito usado ele está perdendo um pouco de suas funções originais e sendo deixado de lado.

Tudo começou quando a internet ainda era novinha. Alguns navegadores sequer reconheciam scripts, tratando eles como se fossem uma parte do texto da página. Se hoje criar coisas novas para a plataforma web é uma dor de cabeça é por causa da bagunça daquela época (e para evitar que ela se repita).

Não havendo coordenação cada navegador tratou de criar suas próprias funções. Procurando uma forma de simplificar para quem fosse desenvolver e conseguir um código que funciona nessa bagunça surgiram várias bibliotecas.

O jQuery se popularizou ao oferecer uma sintaxe simples e fácil de entender: enquanto outras bibliotecas tinham uma função para ler valores e outra para alterá-los o jQuery só tinha uma, mais inteligente. Como? Se entrar só com um valor é que quer ler ele, se entrar com dois é que quer alterar.

Isso é só uma função do jQuery, ele também consegue lidar com AJAX, animações, JSONP (já que na época não existia CORS), além de ter várias funções que antigamente não existiam no JavaScript, como o $.map e o $.grep (que hoje são Array.prototype.msp e Array.prototype.filter).

Por ter tantas funções, ser fácil de usar e simplificar tanto a vida não é atoa que ficou famoso. Porém, como disse antes, vários recursos dele já são suportados pelos navegadores, o que faz que alguns prefiram deixar ele de lado.

Só que se fazem isso com o argumento de “ele é muito pesado” parece que hoje em dia os novos sites criados estão é bem mais pesados do que os antigos: houve um retrocesso? Não sei, mas imagino o jQuery ainda terá o seu lugar, ainda que seja apenas uma inspiração para saber o que fazer no futuro.

Se falam que ele é inseguro, se for por causa de um bug nenhuma biblioteca é perfeita, se for por causa de “o jQuery deixa eu dar um tiro no pé” tome vergonha e aprenda a usar suas ferramentas corretamente. Já passou da hora de desenvolvedor ficar tomando papinha. Não sei como tem tanta gente usando não só o jQuery, mas várias bibliotecas de forma errada (e me incluo).


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList