Falar em inglês quando não é necessário é muita modinha. E não me refiro as enormes listas de estrangeirismos desnecessários, todo mundo entende que “hobby” é “passatempo” e que admito que “software” é bem mais interessante que “programa de computador”. Como era de se esperar estou falando de animes.

Eu acho algo estranho, bem estranho: em uma de suas definições “anime”, quando dito em uma língua que não seja o japonês, se refere exclusivamente a animação criada pelos japoneses, para os japoneses. Logo é lógico que o nome mais normal para esse tipo de animação seja em japonês, certo?

Só que tem um povo que gosta de falar em inglês, as vezes até mesmo sem saber inglês direito. Modinha? Talvez. Eu pensei “será que se o pessoal traduzisse os nomes para português esse problema reduziria?”

Aí eu me dei conta de uma coisa: vários filmes americanos não são traduzidos. Exemplo: todo mundo fala “Frozen”, ninguém traduziu o nome do desenho, nem em Portugal. Aliás, além de não traduzirem fizeram o favor de aumentar o nome colocando uma frase genérica digna de propaganda da sessão da tarde: “uma aventura congelante”.

Então pensei: e se fizessem a mesma coisa com os animes? O resultado talvez fosse algo assim:

Sakasama no Patema

Boku Dake ga Inai Machi

Ookami to Koushinryou

Kimi no Nawa

Yamada-kun to Nananin no Majo

Obviamente eu não vou incluir “No Game No Life” a essa lista por que o nome é em inglês no original. O que eu acho estranho é usarem o nome em inglês em lugares em que se fala português quando o nome original é em japonês, mas se o nome original por em inglês não vejo problema.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList