Dois irmãos vivem em uma pequena casa com a irmã deles. Eles gostam muito dela e fazem tudo pelo bem dela. Eles vivem sem os pais que acabaram se envolvendo em um caso problemático. Mesmo assim são felizes.

Só que há um detalhe: a irmã deles tem sérios problemas de saúde e por isso eles fazem o máximo para aproveitar o tempo com ela, além de procurar várias formas de resolver o problema dela. Um certo dia enquanto estavam visitando um aquário eles descobriram algo impressionante: ela colocou um chapéu estranho e do nada eles foram parar em uma outra dimensão. Nessa dimensão a irmã deles tinha sido controlada por esse chapéu, como se alguém tivesse tomado o corpo dela. Então ela disse para eles que eles deveriam encontram o Penguindrum se não a irmã deles estaria sob sério risco.

E dessa forma começou a jornada desses três cheia de situações estranhas como essa. Como se esse chapéu não fosse suficiente apareceram três pinguins mágicos na casa deles: invisíveis para todo mundo, menos os três irmãos. Na falta de criatividade (?) eles resolveram chamar os pinguins de 1, 2 e 3. Por outro lado eles acabaram ajudando esses irmãos se aproveitando da invisibilidade deles.

Se me lembro bem essa história é do mesmo autor de Yurikuma Arashi, que gosta de usar diversas metáforas em suas histórias. Assim eu diria que essa também é interessante mas por outro lado acho que Yurikuma ficou melhor. Bem, no caso de Penguindrum eu diria que o que eu gostei mais foram as situações sem pé nem cabeça envolvendo os três pinguins (enquanto em Yurikuma gostei de toda a história e das músicas).


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow AniList