Um garoto quase completamente rejeitado pelo pai, um cientista famoso que só vive trabalhando, é chamado por ele para participar de uma pesquisa dele. Sua pesquisa são robôs gigantes que são usados para defender o país de seres que atacam as cidades e dizimam centenas de vidas.

Esses ataques foram mais comuns no passado, um deles chegou a derreter completamente os polos tornando aquele lugar em nada. Eles tinham dado uma trégua, possibilitando que pesquisas fossem feitas e as cidades reforçadas, porém eles voltaram a acontecer.

Esses robôs trabalham usando uma interação forte com quem o controla, logo são poucos os que podem controlar, geralmente crianças, as chamadas “crianças escolhidas”. De todos os robôs criados um é o do filho do cientista, outro é de uma de poucas palavras, ainda havendo outros, cada um com personalidades diferentes e problemas diferentes, mesmo assim estudam na mesma sala.

Todo mundo os conhece, claro, são os heróis da terra, mesmo assim eles vão a aula, embora as vezes o trabalho não os permita e nem encarar os amigos eles consigam por esse motivo. Não é uma vida fácil, mesmo com toda a tecnologia investida as lutas são complicadas, por exemplo, não tinha bateria de lítio em 2015 de 20 anos atrás, aí eles precisavam de sempre ficar na tomada.

De fato é curioso esse desenho: ele ocorre em 2015, mas em um universo paralelo onde o mundo evoluiu para esteiras gigantes como transporte público, prédios que podem ser enterrados sendo transformados em abrigos, robôs gigantes.

Assisti por que são vários animes que fazem referência a ele, o último deles que eu me lembre foi Danna, também por que várias pessoas gostam dele ( não sei se uma pessoa que me importo muito gosta mas se gostar foi por ela também ). Seria um clássico? Se for por data Ranma ganha, mas se for por influência sim. E tirando tudo isso ainda é bem legal a história.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList