Um garoto gosta de jogar online e um dia sofreu uma decepção terrível: casou-se no jogo, se apaixonou e quando perguntou se poderia encontrar sua esposa na vida real ficou sabendo dela que era um homem. Desde então ele passou a acreditar que garotas existem garotas nesses jogos. Passado o trauma a história se repetiu, porém de outra forma.

Nesse caso esse garoto se casou de novo, dessa vez com uma garota novata - bem, ao menos o avatar era feminino. O casal e o grupo que jogava junto se dava muito bem, encontrando-se todos os dias, um grupo pequeno, porém forte: três garotos e a garota.

Um dia decidiram que queriam se encontrar fora do jogo, era possível já que todos moravam perto. Marcaram de encontrar em uma praça. Todo mundo sabe que encontrar alguém na internet é bem complicado - bem, sei bem como é isso - mesmo assim esse garoto, que já tinha um trauma resolveu ir.

Quando chegou lá ele, que estava esperando encontrar três caras, encontrou três garotas. Isso mesmo, não uma garota, mas três. O mais impressionante ainda por cima: a garota que era casada com ele no jogo já queria sair namorando com ele, aliás, mais ainda, já se considerava casada com ele na vida real.

Acontece ela tem um pequeno problema: ela pensa que tudo o que acontece também na vida real, por exemplo se casou no jogo está casado na vida real. Ela usa até os apelidos do jogo para chamar os amigos dela na escola, por que, claro, descobriu-se que o grupo estuda na mesma escola.

Nessa história primeiro esse garoto vê que seus traumas estavam errados, redondamente errados, depois continua procurando resolver esse pequeno problema da esposa dele. É divertido e um pouco romântico. Eu queria falar só o que tinha no primeiro episódio, mas acho que já falei de mais, termino aqui.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList