Neve, máquinas, construções tipicas de uma usina nuclear, um roubo com requintes de ainda terem deixado uma pichação lá. O cenário muda: uma escola, um grupo de estudantes pulando de roupa na piscina e aproveitando a vida, como se nada tivesse acontecido. Comentam sobre um video que foi postado na internet e que falava para tomar cuidado com explosões.

Esse grupo vai fazer um passeio em um prédio - compras, se não me engano

  • um pouco depois a luz acaba, é evacuado e do nada o prédio é explodido. O terror toma conta da cidade, antes ninguém acreditou naquele vídeo. Pouco tempo depois outro é postado, e agora a polícia está em cima.

A essa hora pensamos que vão ser pegos e acabou a história: problema é que nesse mundo alternativo o Tor realmente funciona e o YouTube não bloqueia quem usa ele. Dois jovens, mascarados, continuam postando nessa conta e como eles esperam diversas explosões acontecem.

Porém isso não é tão simples: todo vídeo é acompanhado de uma charada que se resolvida revela a localização da bomba. No fim isso tudo se torna um jogo mental, de um lado os jovens terroristas, do outro lado a polícia que quer resolver as charadas, e ainda há polícia que quer que o mundo exploda.

No meio dessa situação problemática aparecem diversas perguntas: quem são esses jovens? Por que eles fazem isso? O que eles querem? Ainda para piorar uma colega deles se tornou cúmplice, uma que não tem experiência nenhum do assunto, problema, não é?

Pelo nome esperemos o terror. De fato, cada episódio dá uma emoção enorme, uma vontade de assistir o próximo, de saber a solução das charadas, é muita coisa. Já o final… parece que foi escrito por alguém que pensa que o quintal dos USA é o resto do mundo, ou seja, é um pouco chato.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList