Futuro do adorai

A versão atual do adorai, baseada em React/Inferno, é de 2016. Desde então não fiz grandes mudanças no site: a maior parte das funcionalidades que eu planejava ainda não foi implementada.

Naquela época eu queria criar um site que fosse resiliente, ou seja, que fosse difícil de sair do ar. A versão anterior dele sofreu muito com problemas relacionados ao servidor e domínio, então queria evitar esses problemas.

Coloquei criptografia, autenticação e até mesmo implementei sistemas de randomart, um baseado em triângulos e outro que usa retângulos. Tentei trabalhar com P2P, WebTorrent e procurar algum meio de descentralizar. Várias ideias que não deram certo.

Todo dia, durante os cultos, fico com vontade de pegar esse site e fazer ele de novo. Usar o Mithril no lugar do React já que eu acho ele mais fácil de organizar: cada componente é uma função ou um objeto, logo é fácil de dividir em módulos. Queria melhorar a interface: usar uma interface mais apropriada para touch, criar uma divisão entre controle e apresentação, usar um design mais simples e moderno.

Melhor seria se houvesse alguém para me ajudar, mas só olhar qualquer loja: o que não falta são aplicativos de Bíblia com propagandas, ou seja, ao que parece só se tiver dinheiro envolvido para o pessoal se animar.

É complicado.

Deixe um comentário