Era um peixe que estava nadando por aí, acabou ficando presa em um pote perto da praia. Um menino viu isso e decidiu ajudar, mesmo se machucando ao quebrar o vidro para libertar o peixe. Acontece que esse peixe era mágico e logo curou a ferida dele, mais do que isso, começaram uma amizade.

Ele deu um nome para ela, Ponyo. Colocou ela em um balde e saiu mostrando para todo mundo a nova amiguinha. Porém teve um que não gostou disso: o pai dela. Acontece que peixe mágico tem pai, e não é todo pai que vai sair entregando sua filha a qualquer um. Ele deu um jeito de pegá-la de volta: uma onda ali outra aqui.

Só que ela gostava do menino, queria ficar com ela, parar de comer comida de peixe, comer comida de gente, ter braços, pernas, ser gente. Ela quis tanto que foi o que aconteceu: ainda no fundo do mar a peixe Ponyo virou a peixe gente e logo logo foi atrás do menino que ela gostava.

Um relacionamento entre peixe e gente, duas crianças, no que dá nisso? Mesmo que seja baseado na pequena sereia já vou adiantando que não vão ter bruxas, as pessoas mais velhas da história são amores de gente. Tudo dá certo, tudo é mágico.


Gustavo bio photo

Gustavo

Escrevo sobre programas, animes e um pouco mais.

Twitter Github Stackoverflow MyAnimeList